O amor não é algo tão simples quanto parece. É fácil dizer que ama seu namorado(a), seus pais, seus avós, seus amigos. Mas de alguma maneira você deixa o amor te reger? Digo, dar bom dia ao porteiro; boa noite ao vizinho; obrigado ao garçom; amor também é atitude. Desconfie de quem dá flores ao capitalista e desprezo ao garçom, já dizia minha avó. Talvez muitas pessoas ainda não sabem o que é o amor ou não entenderam ainda o sentido de transfundir o amor, é um sentimento complexo e relativo, mas amar é puramente incrível e não se limita apenas ao amor de homem e mulher, praticar o amor é bem mais que isso.

Digamos que praticar amor é também bem mais que sexo, é também um ato de amor ao próximo necessário, mas se irmos mais fundo sobre o assunto ''amor ao próximo'' mudaríamos o rumo desse texto e falaríamos mais sobre caráter, mas acho que isso todos nós sabemos, e talvez por isso praticar amor não seja para todos, talvez por preguiça, egoísmo, humor ou frustração, mas afirmo, só ama e só pratica amor quem tem a percepção delicada nos detalhes que muitos consideram insignificantes, nos gestos, nas atitudes.

Fácil também é amar na frente do seu companheiro(a) e na ausência não respeita-lo. Irei até o fim desse texto defendendo que amor também é atitude, porque com ele vem tantos outros valores que achamos que não somos capazes e somos, como:  lealdade, fidelidade, amor ao próximo, respeito, cuidado, admiração, gentileza. Há quem acha que sabe amar, mas que com certeza a vida ensinará de alguma forma de que ''eu te amo'' não diz tudo, e que amar é bem mais que palavras.

Foto: Reprodução.

0 comentários :

Postar um comentário